11/3/2020 entrará na história como o dia em que a Terra parou – Covid-19

1
Corona Virus

Na noite de 11 de março de 2020, em um briefing especial da OMS, a Organização Mundial da Saúde, declarou a epidemia de Covid-19 (coronavírus) uma pandemia. 

Na terça-feira, 10 de março, em uma reunião privada com funcionários do Senado, o Dr. Brian Monahan, médico assistente do Congresso dos EUA, disse que “é preciso se preparar para o pior”. Ele estima que até 150 milhões de pessoas nos Estados Unidos serão infectadas com o coronavírus. 

De acordo com outras estimativas, o número será um pouco maior nos EUA e no mundo – 60% da população mundial estará infectada com o coronavírus.

A boa notícia do Dr. Monahan é que cerca de 80% das pessoas infectadas com coronavírus acabam ficando bem e ficaram doentes quase de forma assintomática, mas é aqui que as más notícias aparecem. 

Portanto, se 60% dos 7,5 bilhões de pessoas na Terra adoece, e numericamente isso será de pelo menos 4 bilhões. Três bilhões de pessoas serão assintomáticas, mas cerca de um bilhão ficará gravemente doente e precisará de hospitalização. Não existem tantos leitos no planeta e, portanto, muito, muito poucos receberão tratamento. 

A segunda má notícia são os mercados. Se nos próximos meses um quarto ou mais pessoas adoecerem no mundo, a produção irá parar, após o que os mercados provavelmente entrarão em colapso, seguidos por todas as moedas mundiais. Em seguida, as interrupções globais nas cadeias de suprimentos começarão, incluindo alimentos e itens essenciais.

Se você acrescentar a isso o colapso do sistema bancário mundial, todo tipo de quarentena e outras ‘medidas duras e forçadas’ – os tumultos começarão por toda parte. 

A terceira má notícia é que a declaração da OMS é essencialmente uma formalidade – uma epidemia que ocorre há tanto tempo e não se importa com a opinião dos chefes sentados em cadeiras grandes. 

Mas o fato é que PANDEMIA não é apenas um conceito médico, mas também jurídico, e no mundo moderno – esse é praticamente um conceito jurídico. Por exemplo, uma página como as Regras e Leis que podem ser aplicadas durante uma pandemia fica no site do governo dos EUA. Lemos o que está escrito lá: 

De acordo com a Lei de Assistência a Desastres e Socorro de Emergência de Robert T. Stafford, o Presidente pode declarar uma emergência a pedido do governador do estado afetado. O presidente também pode declarar um estado de emergência sem a solicitação do governador se a principal responsabilidade pela resposta recair sobre o governo federal, a fim de fornecer assistência federal acelerada e o apoio necessário. 

De acordo com a Seção 361 da Lei de Saúde Pública, o Secretário de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos está autorizado a tomar medidas para impedir a propagação de doenças infecciosas de países estrangeiros para os Estados Unidos e entre Estados. A autoridade para desempenhar essas funções é delegada diariamente nos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (de sigla em inglês, CDC).

Mais informações sobre as autoridades legais para isolamento e quarentena podem ser encontradas na página de quarentena e isolamento do CDC. 

Ainda existem muitos links diferentes para outros atos, mas a essência geral é clara: o ramo executivo dos Estados Unidos possui poderes adicionais, em particular o poder de alocar recursos e o poder de colocar em quarentena os cidadãos. Ou seja, FEMA, com a transição para NWO (Nova Ordem Mundial). 

Naturalmente, todos esses atos legais se referem exclusivamente aos Estados Unidos, mas em outros países são escritos à imagem e semelhança, ou mesmo sob uma cópia carbono. 

Ninguém nunca os leu; portanto, quando todo mundo ler, as pessoas terão muitas descobertas impressionantes. Muito provavelmente, esses documentos foram revisados ​​quando a epidemia em Wuhan acabou de aparecer e entrarão em vigor em abril de 2020. 

E embora todas essas três notícias listadas sejam ruins, há a quarta notícia, que, obviamente, já será muito, muito má. Quando o mundo começar a mergulhar no caos, as pessoas se distrairão de alguma forma com o Covid-19. E o que pode distrair bilhões de pessoas dessa situação? 

O único irritante mais forte é a guerra.

(Fonte)

Viva Israel

One thought on “11/3/2020 entrará na história como o dia em que a Terra parou – Covid-19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Netanyahu pede governo de emergência em Israel por conta de coronavírus

sáb mar 14 , 2020
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pediu nesta quinta-feira a formação “imediata” de um governo de emergência, de união nacional, para lidar com a disseminação do novo coronavírus, além de anunciar o fechamento de escolas e universidades. Até o momento, o Ministério da Saúde detectou 161 casos de Covid-19 e divulgou […]
Netanyahu