Arqueólogos descobrem complexo de 2000 anos no Muro das Lamentações

As escavações na entrada dos túneis do Muro das Lamentações expuseram um complexo com dois quartos, um pátio aberto e vários objetos domésticos, anunciaram a Autoridade de Antiguidades de Israel e a Fundação do Patrimônio do Muro das Lamentações.

Siga Viva Israel no Instagram e facebook

Muro das Lamentações

A estrutura foi selada mais tarde no período bizantino, sob os pisos de um grande edifício, cerca de 1.400 anos atrás, e permaneceu intocada por séculos.

Essa descoberta extraordinária poderia lançar luz sobre a vida na cidade antes da destruição do Segundo Templo em 70 EC. “Esta é uma descoberta única é a primeira vez que um sistema subterrâneo é descoberto adjacente ao Muro das Lamentações”, disseram Barak Givon e Tehila Sadiel, diretores da escavação em nome da Autoridade de Antiguidades de Israel.

Muro das Lamentações

“Você deve entender que há 2.000 anos em Jerusalém, como hoje, era costume construir em pedra.

Booking.com

A questão é: por que esses esforços e recursos foram investidos em salas subterrâneas na rocha dura? “De acordo com o Dr. Givon e Sadiel, “a rica variedade de descobertas nesta escavação lança luz sobre a vida cotidiana dos moradores da cidade antiga”.

Embaixo do complexo Beit Straus aonde foi descoberto, recebeu o nome do filantropo Nathan Straus, que comprou a estrutura perto do Muro das Lamentações no início do século 20.

Muro das Lamentações

O diretor da Fundação do Muro Ocidental, Mordechai (Suli) Eliav, respondeu: “Estou animado, na véspera do dia de Jerusalém, em revelar à nação judaica um novo tesouro de descobertas impressionantes e fascinantes que lançam luz na vida da cidade de Jerusalém ao longo das gerações e às vésperas da destruição em particular. “

Inscreva-se já e fique por dentro das noticias de Israel e do mundo

* indicates required

David Elmescany

One thought on “Arqueólogos descobrem complexo de 2000 anos no Muro das Lamentações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Segundo uma pesquisa, mais de 50% dos israelenses acreditam que o país sofrerá uma segunda onda de infecções por coronavírus

seg Maio 25 , 2020
Em outros países do Oriente Médio, a preocupação é semelhante.  A pesquisa do IDI revela que a percepção do público sobre o tratamento da crise de saúde pelo primeiro-ministro Benajmín Netanyahu piorou a situação, enquanto um grande número da população ainda tem medo de pegá-la. Mais da metade dos israelenses […]