Ataque a igreja na Nigéria matou 22 e feriu 50

O ataque de domingo à Igreja Católica de São Francisco na cidade nigeriana de Owo deixou 22 pessoas mortas e 50 feridas, disse um funcionário da Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências na terça-feira.

Agressores desconhecidos atacaram a congregação com armas e explosivos durante a missa do Domingo de Pentecostes. As autoridades não haviam divulgado anteriormente nenhum número de vítimas. Relatos da mídia disseram que mais de 50 pessoas foram mortas.

Não é incomum que números conflitantes de vítimas surjam após os desastres na Nigéria.

As autoridades não deram nenhuma informação sobre a identidade dos atacantes ou seus motivos.

A polícia disse na segunda-feira ter recuperado bombas não detonadas, bem como cápsulas de balas usadas em fuzis de assalto AK-47.

LEIA MAIS
Coreia do Sul e EUA lançam oito mísseis em resposta aos lançamentos da Coreia do Norte
Polícia entra em confronto com palestinos no Monte do Templo durante a visita de judeus
Israel nega ter matado suposto espião coronel do IRGC que caiu do telhado no Irã

Eles disseram que alguns dos atacantes se posicionaram entre os fiéis, enquanto outros dispararam contra a igreja de diferentes direções.

Dentro da igreja, manchas de sangue no chão e nas paredes, móveis quebrados, estilhaços de vidro, gesso e objetos pessoais abandonados depois do violento ataque.

Os sobreviventes estavam sendo tratados no hospital por lacerações, ferimentos de bala e ferimentos por explosão, disseram os médicos.

Owo está localizado no estado de Ondo, no sudoeste da Nigéria, uma parte do país que geralmente não é propensa à violência religiosa.

Fonte