Aumento na atividade vulcânica ameaça a Terra com nova Era do Gelo

Nos últimos dias, testemunhamos um turbulento aumento na atividade vulcânica global.

atividade vulcânica

O satélite meteorológico japonês HIMAWARI-8 registrou duas erupções poderosas em 16 de maio, as quais ocorreram na Indonésia.

A primeira ocorreu no IBU – um vulcão relativamente novo, com apenas três erupções visíveis; em 1911, 1998 e 2008 – e foi confirmado pelo Darwin Volcanic Ash Advisory Center (VAAC), o qual alertou que a nuvem de cinzas se elevou para cerca de 13,7 km.

A segunda erupção de alto nível ocorreu poucas horas depois em Semera – um vulcão muito ativo com uma história eruptiva: a primeira erupção aconteceu em 1818, a mais recente em 2014. Assim como no IBU, a erupção do Semeru foi confirmada pelo HIMAWARI-8 e VAAC Darwin, o último confirmando a geração de uma “nuvem de cinzas escuras que atingiu uma altura de 14 km”.

Além disso, os fluxos de lava permanecem ativos no flanco sudeste do Semeru, atualmente com cerca de 1,5 km de comprimento (na manhã de 18 de maio).

Efeito de resfriamento direto

Eessas erupções de alto nível são notáveis ​​pelo fato de partículas sólidas serem lançadas a uma altura superior a 10 km – e na estratosfera – onde elas têm um efeito de resfriamento direto no planeta.

As erupções vulcânicas são um dos principais fatores que impulsionam a Terra para sua próxima rodada de resfriamento global, com o aumento mundial associado à baixa atividade solar, buracos coronais, uma magnetosfera decrescente e o influxo de raios cósmicos que penetram no magma rico em sílica.

Além da Indonésia, os vulcões islandeses se intensificaram e é nesta região vulcânica de altas montanhas do mundo que se acredita abrigar a próxima “grande erupção” – uma que mergulhará o mundo inteiro na nova Era do Gelo quase instantaneamente.

Siga Viva Israel no Instagram e facebook

Katla é um vulcão nessa região e mostra sinais de atividade, uma vez que uma produção significativa de gás foi registrada nos últimos dias. Além disso, a atividade sísmica sob um grande vulcão de gelo também aumentou, e essa atividade é provavelmente causada por injeções de novo magma entrando na câmara.

As autoridades islandesas estão cientes do perigo representado pela próxima erupção do Katla, e uma delegação de vulcanologistas se reúne regularmente com o parlamento islandês para discutir como responder em caso de erupção, cuja probabilidade é simplesmente uma questão de ‘quando’, e não de ‘se’.

Fonte1 Fonte2

David Elmescany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Israel autorizou a abertura de piscinas e restaurantes

qua maio 27 , 2020
O governo israelense anunciou na terça-feira o cancelamento de várias medidas de restrição ao coronavírus, incluindo as que afetam as piscinas restaurantes do país que, na quarta-feira, poderão retomar suas atividades. “Queremos facilitar sua vida e temos boas notícias. Desfrute, saia, volte ao normal, tome um café ou uma cerveja […]