Israel simula ataque maciço ao Irã com centenas de aeronaves

centenas de aeronaves

Centenas de caças e aeronaves de reabastecimento, decolaram na noite de terça feira de várias bases para simular alvos de ataque longe das fronteiras de Israel .

O exercício, parte do jogo de guerra Chariots of Fire do IDF, de um mês , caças, aviões de transporte e aeronaves de reabastecimento decolando de várias bases em Israel para Chipre .

Israel aumentou significativamente seu nível de prontidão e tomou medidas ao longo do ano passado para preparar uma opção militar confiável contra as instalações nucleares do Irã.

A IDF, que está planejando seriamente várias opções militares contra o Irã caso as negociações nucleares entre o Ocidente e a República Islâmica fracassem, está realizando o maior exercício de sua história com milhares de soldados e reservistas.

Uma das opções militares possíveis foi treinada durante o exercício.

Algo muito estranho foi filmado em Israel

Plataformas da IAF, unidades navais israelenses e tropas da elite Shayetet 13, unidade especial de engenharia de combate Yahalom, unidade canina Oketz, forças de inteligência e tropas do C4I e da Diretoria de Defesa Cibernética também participam do exercício que terminará na sexta-feira.

A broca

As tropas estão treinando em vários tipos de terreno, incluindo áreas selvagens, urbanas, rurais e montanhosas de alta altitude na ilha, que atuarão como substitutos para o intenso combate contra o Hezbollah no Líbano. 

O exercício “constitui um componente importante para manter a prontidão das IDF para uma variedade de cenários operacionais”, disseram os militares.

O ministro da Defesa, Benny Gantz, e o chefe do Estado-Maior da IDF, Aviv Kochavi, visitaram Chipre durante o exercício chamado “Além do Horizonte”.

centenas de aeronaves

Durante a visita, Gantz se encontrou com o chefe cipriota da Guarda Nacional, tenente-general. Demokritos Zervakis e realizou uma avaliação situacional e discussões com oficiais superiores das IDF, incluindo o comandante da 98ª Divisão.

Agradecendo aos cipriotas, Gantz disse que o exercício na nação insular ilustrou a “profundidade da aliança estratégica” entre os dois países.

“Estamos falando do auge de um dos maiores e mais difundidos exercícios já feitos ao longo dos anos”, disse Gantz.

Mas, ele alertou, “as IDF vão revidar duramente quem ameaçar os cidadãos do estado de Israel”.