Coronavírus: Netanyahu manda que israelenses não saiam de casa

Bibi

Primeiro-ministro diz que orientação para que as pessoas não saiam às ruas ‘não é mais um pedido ou recomendação’; Israel já tem 677 casos 

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou medidas para apertar o cerco contro o surto de coronavírus no país. A principal delas é uma ordem para que a população não saia às ruas a partir desta quinta-feira. A polícia será responsável pela vigilância.

“Sob essas novas ordens vocês, cidadãos de Israel, devem permanecer em suas casas. Não é mais um pedido, não é mais uma recomendação, é uma ordem, que será devidamente imposta pelas autoridades”, disse Netanyahu em um pronunciamento pela televisão.

Ainda não é uma quarentena

Segundo a imprensa israelense, a medida não chega a ser uma quarentena total, porque o governo vai permitir que os israelenses saiam para comprar comidas e remédios. Trabalhadores de algumas funções essenciais também serão liberados,

Netanyahu havia afirmado na véspera que poderia criar um toque de recolher nacional, dando poder à polícia para multar e prender quem estivesse nas ruas, como forma de pressionar o público a seguir os pedidos de ficar em casa.

David Elmescany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

A profecia dos Cavaleiros do Apocalipse começou, dizem grupos bíblicos

sex mar 20 , 2020
Enquanto o Covid-19 continua sua propagação mortal pelos quatro cantos do mundo, matando milhares desde que surgiu em Wuhan em dezembro, alguns cristãos agora estão reivindicando que é o Apocalipse que está acontecendo, como predito na Bíblia. A marcha mortal do coronavírus provocou pânico em muitos países do mundo, com algumas pessoas […]