Enorme erupção solar pode atingir a Terra nos próximos dias

Especialistas em clima espacial detectaram o sol ejetando uma grande massa de partículas e acham que isso pode atingir a Terra nos próximos dias. Quando ejeções como essa atingem o campo magnético da Terra, elas podem causar tempestades solares. Uma ejeção como essa é conhecida como uma erupção solar chamada ejeção de massa coronal (CME).

A CME é uma enorme expulsão de plasma da camada externa do sol, chamada de coroa. Essas explosões disparam pelo espaço  e podem atingir a Terra. Felizmente, a tempestade solar prevista para esta quarta-feira, 23 de março, provavelmente será uma “menor G1”, o que significa que você provavelmente nem notará se acontecer.

Especialistas do  Spaceweather.com  explicaram: “Outra CME está indo para a Terra, e está um pouco fora do alvo. “Um golpe de é possível durante as últimas horas de 23 de março, de acordo com os meteorologistas da NOAA. “Esta será a terceira vez na semana passada que um CME  quase  acertou em cheio.

Ilustração de uma ejeção de massa coronal impactando a atmosfera da Terra.  Esses eventos, CMEs para abreviar, são liberações poderosas de partículas carregadas solares (plasma) e campo magnético, viajando no vento solar.  Quando uma CME atinge a Terra, pode causar uma tempestade geomagnética que interrompe a magnetosfera do planeta, nossas transmissões de rádio e linhas de energia elétrica.
A CME é uma enorme expulsão de plasma da camada externa do Sol, chamada de coroa.  Essas expulsões disparam pelo espaço e podem atingir a Terra.
A CME é uma enorme expulsão de plasma da camada externa do sol, chamada de coroa. Essas expulsões disparam pelo espaço e podem atingir a Terra.

“Mesmo um quase acidente pode produzir brilhantes auroras árticas. Melhor cenário para auroraphiles: Uma pequena tempestade geomagnética de classe G1.”

A categoria “G1 menor” de tempestade solar pode causar flutuações fracas na rede elétrica e ter um pequeno impacto nas comunicações por satélite.

Booking.com

Uma tempestade G1 também pode confundir animais migratórios que dependem do campo magnético da Terra para um senso de direção.

Uma coisa boa sobre as tempestades solares é que elas podem produzir exibições de luz natural muito bonitas, como as luzes do norte.

Quatro israelenses mortos em ataque na cidade de em Beer Sheva

Essas exibições de luz natural são chamadas de auroras e são exemplos da magnetosfera da Terra sendo bombardeada pelo vento solar, o que cria as belas exibições verdes e azuis.

O campo magnético da Terra ajuda a nos proteger das consequências mais extremas das explosões solares.

Ajude na manutenção do site doando qualquer quantia para o PIX – [email protected]

Em 1989, uma forte erupção solar lançou tantas partículas eletricamente carregadas na Terra que a província canadense de Quebec ficou sem energia por nove horas.

Além de causar problemas para nossa tecnologia na Terra, eles podem ser mortais para um astronauta se resultarem em ferimentos ou interferirem nas comunicações de controle da missão.

O sol está atualmente no início de um novo ciclo solar de 11 anos, as erupções se tornarão mais intensas e extremas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.