Enxames ‘bíblicos’ de grilos gigantes devastam plantações nos EUA

Em meio à seca e temperaturas mais altas, condições favorecidas pelos grilos, os surtos em todo o Ocidente pioraram.

grilos gigantes
Enxames ‘bíblicos’ de grilos mórmons gigantes destruindo plantações no oeste dos EUA

Agricultores no oeste dos Estados Unidos estão lutando contra novos surtos de grilos mórmons, insetos antigos que podem crescer até quase 8 cm de comprimento.

O rancheiro Skye Krebs disse à Associated Press que os surtos foram “ verdadeiramente bíblicos ”.

crise climática pode ser parcialmente culpada. Os insetos preferem temperaturas mais quentes e secas  condições que estão ligadas ao aquecimento global.

Esses surtos podem ser extraordinários, pois a espécie costuma viajar em grupos de milhões ou bilhões de insetos individuais, diz o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).

Os grilos mórmons – tecnicamente uma espécie que não voa, receberam esse nome depois de devastarem as plantações plantadas por colonos mórmons no século 19 em Utah.

À medida que marcham pelo país, os insetos devoram a vegetação, danificando as plantações e até alterando os padrões de erosão, escoamento da água e ciclagem de nutrientes, diz o USDA . No ano passado, 10 milhões de acres no Oregon – que foi especialmente atingido pela espécie – foram destruídos por grilos e gafanhotos mórmons.

Moradores das áreas afetadas descrevem estradas escorregadias com restos de insetos esmagados e campos danificados pelas criaturas famintas.

Um fazendeiro do Oregon disse que sua terra está “com gafanhotos rastejando” e que ela teve que gastar dezenas de milhares de dólares em feno no ano passado para compensar os campos perdidos pelos insetos.

Em resposta, as autoridades começaram a pulverizar os campos com pesticidas. O USDA diz que a opção preferida é pulverizar apenas algumas seções do campo para reduzir as populações, deixando outras seções intocadas.

LEIA MAIS
OTAN Oriente Médio não está atualmente em negociações 
A pior versão do COVID está se espalhando
A morte do velho sistema e a nova ordem mundial

O Oregon também alocou milhões de dólares para a supressão de grilos e gafanhotos mórmons para proprietários de terras privadas. Os funcionários do estado podem pesquisar fazendas e ranchos e recomendar a pulverização se encontrarem mais de três grilos mórmons ou oito gafanhotos por quintal – com os proprietários reembolsados ​​por grande parte dos custos com pesticidas.

Mas algumas organizações ambientais levantaram objeções ao uso de pesticidas. No mês passado, a Xerces Society, que se concentra na conservação de insetos, e o Center for Biological Diversity, sem fins lucrativos, processaram um braço do USDA pelo programa de pulverização.

Os surtos de grilos mórmons podem seguir as condições de seca , de acordo com o governo do estado de Oregon, já que o clima quente e a falta de chuva ajudam os insetos a eclodir e sobreviver.

O oeste dos EUA está atualmente no meio de uma “megaseca” de décadas que secou os recursos hídricos e desafiou as operações agrícolas e pecuárias em toda a região.

Espera-se que essas condições secas piorem em geral à medida que a crise climática se aprofunda. Espera-se que as secas sejam mais frequentes e mais intensas à medida que o planeta se aquece.

Nosso grupo de Notícias clique aqui
O melhor curso de Inglês clique AQUI 👈