Hezbollah ameaça lançar ampla retaliação se for atacado por Israel

O líder do Hezbollah libanês, Hassan Nasrallah, ameaçou Israel, nesta segunda-feira (2), e disse que poderá “derrubar drones” em caso de ataque.

Em um pronunciamento transmitido pela televisão, Nasrallah garantiu que o Hezbollah “não tem mais uma linha vermelha” em sua confrontação com Israel, um dia depois do ataque com mísseis antitanque realizado por seus combatentes no norte de Israel.

“Ontem, a resistência rompeu a maior linha vermelha de Israel”, frisou Nasrallah em pronunciamento, destacando o fato de a resposta de seu movimento ter acontecido em território israelense.

“A mensagem é clara: se vocês atacarem, todas as fronteiras, seus soldados, suas colônias, na fronteira, em profundidade (do território), ou em seu centro, poderão ser ameaçados e atingidos”, completou o líder do Hezbollah.

Segundo ele, uma “etapa” do ataque foi “concluída.

“Estamos frente a uma etapa que, podemos dizer isso, terminou” e o Hezbollah está disposto a “confrontar os drones israelenses no céu do Líbano”, completou.

A tensão entre Israel e o Hezbollah libanês seguia um dia depois de disparos na fronteira que fizeram temer a escalada para um confronto aberto entre os dois inimigos.

Hoje, o Hezbollah divulgou, em seu canal de televisão Al-Manar, um vídeo apresentado como o ataque de mísseis antitanque realizado no dia anterior contra um veículo militar no norte de Israel.

Neste vídeo, é possível ver um míssil disparado de uma posição do Hezbollah indo na direção de um veículo militar em uma estrada no meio de uma paisagem montanhosa e, na sequência, uma explosão que causa uma nuvem de fumaça.

No fundo, uma voz garante que esse primeiro míssil antitanque “Kornet” foi seguido por um segundo míssil, disparado de uma segunda posição.

O comentarista explica que o alvo estava a 1,5 quilômetro da fronteira entre Israel e o Líbano e a quase 4 quilômetros da posição do primeiro tiro.

No domingo, Israel mencionou os disparos de mísseis antitanque no norte de Avivim, antes de retaliar contra o sul do Líbano, causando incêndios em áreas florestais.

Israel também refutou as declarações do Hezbollah que reportou vítimas israelenses em seu ataque.

Hoje, o ministro israelense da Segurança Interna, Guilad Erdan, declarou que Israel “não tem a intenção de ir para um conflito mais amplo”, mas garantiu que “as forças israelenses estão preparadas para qualquer cenário”.

Inimigo jurado de Israel, classificado como organização “terrorista” pelo Estado hebreu e pelos Estados Unidos, o movimento xiita é um peso pesado na vida política do Líbano, onde está representado no governo e no Parlamento.

O Hezbollah também está militarmente envolvido no conflito na Síria vizinha, onde suas posições e comboios de armas são regularmente alvo de ataques de Israel.

fonte:

Viva Israel

One thought on “Hezbollah ameaça lançar ampla retaliação se for atacado por Israel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Amazônia: Israel envia ajuda para o Brasil

qua set 4 , 2019
Uma delegação com 11 especialistas israelenses em combate a incêndios e salvamento embarca nesta terça-feira para o Brasil para ajudar no combate à onda de incêndios na Amazônia. O grupo chega ao país às 5h45 da manhã de quarta. O envio do grupo, faz parte da promessa de ajuda ao Brasil […]