Para os que boicotam Israel, eu espero que vocês nunca tenham câncer

Para os que boicotam Israel, eu espero que vocês nunca tenham câncer

Por Amanda Aron

Essa pequena nação trabalha exaustivamente dia e noite de forma obsessiva para achar uma forma de transformar o câncer em um simples resfriado, da forma menos agressiva possível para o paciente.

Estados Unidos tem lá seus méritos, mas é de Israel que saem as principais notícias científicas sobre avanços significativos na luta contra essa terrível doença.

Essa pequena nação tem um grupo enorme de boicotadores em um movimento oficial cujo um de seus entusiastas é o antissemita Roger Waters. Ter feito sucesso com o Pink e Floyd não o isenta de ser um lixo humano.

Booking.com

Para este barulhento grupo que vocifera contra Israel, o país dos judeus não deveria existir. Aquela região menor que o estado brasileiro de Sergipe deveria ser o lar de palestinos tão somente.

A Faixa de Gaza recebe hoje bilhões (sim, bilhões!) de dólares em ajuda humanitária anualmente. Apesar de possuir universidades, quase não investe no campo científico.

Células cancerígenas

Se algum cientista se destaca, é logo sequestrado pelas forças terroristas e obrigado a trabalhar para o terror, usando sua capacidade intelectual exclusivamente para bolar bombas e aparatos explosivos com um único objetivo de matar judeus.

Portanto quando eu afirmo com todas as letras que sou radicalmente contra um estado palestino, é porque eu acredito que viemos a este mundo com um propósito maior que o da existência.

Enquanto um povo constrói, colabora e progride, o outro está preso na idade das trevas.

Que os membros do BDS sejam imunes ao câncer. Porque boicotar máquina que faz refrigerante e não comer tomate cereja é fácil…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.