Netanyahu pediu “a interrupção de voos de todo o mundo”

O Primeiro Ministro pediu Interrupção de voos de todo o mundo devido ao aumento de infecções e medos relacionados a uma nova mutação do COVID-19 descoberta em alguns países, o Gabinete do Coronavirus alertou que poderia fechar os céus de Israel. A Ministra dos Transportes expressou sua oposição à medida.

O Gabinete do Coronavirus se reuniu no domingo para discutir uma possível transição para “restrições sanitárias estritas”, bem como a questão da nova mutação do COVID-19 recentemente descoberta no Reino Unido.

O professor Nachman Ash, diretor do “Projeto Coronavirus” em Israel, afirmou que sua recomendação era fechar o aeroporto Ben Gurion.

Booking.com

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu concordou com o oficial. “Nosso objetivo é fechar as fronteiras imediatamente. Temos que interromper voos de todo o mundo; é um preço muito baixo a pagar”, disse.

interrupção de voos

Ash recomendou ainda que até o céu fechar, uma obrigação de isolamento deve ser imposta a todos aqueles que retornam do Reino Unido, África do Sul e Dinamarca, e eles devem se submeter a testes de coronavírus, incluindo sequenciamento genético, para verificar se foram infectado com a nova mutação descoberta nesses países.

Netanyahu acrescentou: “Temos que fechar os céus imediatamente, deixar que só os empresários voem em conformidade com os protocolos. Caso a vacina não neutralize essa mutação, é um preço baixo a pagar.” Netanyahu observou que “não há impedimento legal para fechar o céu, exceto para o retorno dos israelenses”.

No entanto, a Ministra dos Transportes, Miri Regev, interveio e declarou: “Não há razão para fechar o céu.”

interrupção de voos
Ministra dos Transportes, Miri Regev: “Não há razão para fechar os céus.”

Dirigindo-se a Regev, o primeiro-ministro disse: “Há todos os motivos no mundo para fechar o céu, o custo é insignificante, faremos o possível para trazer todos os israelenses de volta como fizemos no passado, podemos impedir a entrada deste vírus no país”.

Durante a reunião também foi proposto impor um isolamento domiciliar para todos os passageiros que retornam de países “vermelhos” (com altos índices de contágio) e uma quarentena em centros de isolamento para aqueles que retornam dos países onde a mutação foi descoberta como Dinamarca, África do Sul e Grã-Bretanha.

Netanyahu, o Ministro da Saúde Yuli Edelstein e o Ministro da Defesa Benny Gantz concordaram em avançar com esta medida para implementá-la o mais rápido possível.

Clique aqui e ajude a manter nosso site no ar.

Inscreva-se em nosso canal no YOUTUBE e fique por dentro de tudo que acontece em Israel!

David Elmescany

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Uma israelense foi morta em ataque terrorista

seg dez 21 , 2020
A israelense Esther Horgan, 52, deixou sua casa no vilarejo Tal Menashe no norte da Samaria na tarde de domingo para correr na Floresta Shaked. Seu corpo foi encontrado na manhã de segunda-feira com sinais claros de um ataque violento. A polícia do Shin Bet e o serviço de segurança […]