Rússia inicia invasão da Ucrânia, explosões em todo o país

invasão da Ucrânia

As forças russas dispararam mísseis em várias cidades ucranianas e as tropas russas entraram no país através de várias passagens de fronteira nesta quinta-feira, disseram autoridades e a mídia, depois que o presidente Vladimir Putin autorizou o que chamou de operação militar especial no leste.

Atentado brutal em Israel

Pouco depois de Putin falar em um discurso televisionado na TV estatal russa, explosões foram ouvidas antes do amanhecer na capital ucraniana de Kiev. Tiros foram disparados perto do principal aeroporto da capital, disse a agência de notícias Interfax.

Enquanto o Ministério da Defesa da Rússia alegou que seus ataques aéreos não visavam cidades e não representavam ameaça a civis, a Ucrânia informou que pelo menos oito pessoas foram mortas e outras nove ficaram feridas por bombardeios russos.

Em Israel, o primeiro-ministro Naftali Bennett e o ministro das Relações Exteriores Yair Lapid se reuniram para discutir como Israel responderia à agressão russa. Espera-se que Israel dê uma resposta calculada devido à necessidade de se alinhar com os Estados Unidos e a Ucrânia, mas ao mesmo tempo não incomodar a Rússia, que está implantada ao longo de sua fronteira norte na Síria. 

Booking.com
Invasão russa

Diplomatas israelenses na Ucrânia pediram a todos os cidadãos israelenses que deixem imediatamente o país e estejam localizados ao longo da fronteira ocidental para ajudar na evacuação. Leia aqui

Zelensky da Ucrânia diz que continua as negociações com líderes mundiais, e recebeu apoio do Catar

Ameaça de drone da organização terrorista Hezbollah

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, disse em um tweet na quinta-feira que conversou com líderes de todo o mundo para “parar Putin, a guerra contra a Ucrânia e o mundo imediatamente!” O presidente acrescentou que estava trabalhando na construção de uma “coalizão anti-Putin” e pediu “sanções imediatas, defesa e apoio financeiro à Ucrânia”.

Enquanto isso, na quinta-feira , a Ucrânia pediu à Turquia que feche os estreitos de Bósforo e Dardanelos para navios russos e quer sanções impostas a Moscou, disse o embaixador da Ucrânia em Ancara nesta quinta-feira.

A Turquia, membro da Otan, que compartilha uma fronteira marítima do Mar Negro com a Ucrânia e a Rússia, se opõe às sanções, mas considera inaceitáveis ​​as medidas russas contra a Ucrânia. Sob um pacto de 1936, Ancara tem controle sobre o estreito e pode limitar as passagens de navios de guerra se estiver ameaçada ou durante a guerra.

1 comentário em “Rússia inicia invasão da Ucrânia, explosões em todo o país”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.