Regime do Irã ameaça explosão nuclear nas instalações de Dimona em Israel

O IRGC ameaçou atacar a instalação nuclear de Dimona, bem como Jerusalém, Tel Aviv e Haifa, em tweets.

Irã ameaça explosão nuclear

Irã ameaça explosão nuclear

Uma conta no Twitter aparentemente administrada pelo Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do regime iraniano na sexta-feira ameaçou explodir a cidade de Dimona no deserto de Negev, onde uma instalação nuclear está localizada.

O Jerusalem Post pode revelar que a conta do IRGC, com seus 12.100 seguidores, retratou um vídeo mostrando múltiplas explosões em um deserto. “Então, no dia em que nós [Deus] desferiremos o golpe mais violento. Certamente infligiremos punição “, escreveu o IRGC em árabe, citando uma citação do Alcorão, acrescentando a hashtag“ Dimona ”. Na parte superior do vídeo, a data 2021-12-24 é listada com um cronômetro próximo a ela. O vídeo dura dezoito segundos.

A conta fornece um link para a conta do Telegram do IRGC, com seus 376.084 assinantes. Tanto a conta do Twitter do IRGC quanto a conta do Telegram mostram o logotipo do IRGC – um braço levantado enquanto segura um rifle.

A conta árabe do IRGC segue apenas a conta do Twitter em persa do Líder Supremo da República Islâmica, Ali Khameni, e uma conta de backup para o árabe do IRGC – talvez no caso de seu feed do Twitter ser suspenso ou excluído.

Um tweet de 13 de dezembro da conta do IRGC declarou “No caso de tolice por parte do regime sionista, a República Islâmica do Irã está pronta para destruir Tel Aviv e Haifa, e para libertar os sagrados Quds. Se a segurança da terra santa do Irã está comprometida, ninguém estará em segurança, seja quem está a 1.000 km ou a 10.000 km ”.

Quds é o nome árabe para a capital de Israel, Jerusalém.

Sheina Vojoudi, uma dissidente iraniana que fugiu da República Islâmica devido à repressão e que acompanha de perto as atividades de mídia social do regime iraniano, disse ao The Jerusalem Post que “Um exército deve proteger e defender o povo e o solo de seu país, mas não vejo qualquer sinal de meu país no Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica, nenhum nome do Irã ou do povo iraniano é sequer mencionado nele. 

O termo persa Sepah-e Pasdaran tem um grande valor e tem suas raízes na antiga persa, mas o IRGC o arruinou. Por que o IRGC deveria publicar suas declarações principalmente em árabe, enquanto a língua oficial do Irã é o persa e a maioria das pessoas no Irã fala e todos entendem persa? Porque está falando com seus representantes como o Hezbollah, Hamas, Houthis, Hashd al Shabi e outras entidades sob seus comandos, e não o povo iraniano. A prioridade do IRGC é a destruição completa de Israel e seguir a ideologia de Khomeini em vez de defender seu próprio povo. ”

Em 2019, o governo dos EUA designou o IRGC como organização terrorista estrangeira. O Departamento de Estado norte-americano – sob as administrações democrata e republicanos classificou o regime iraniano como o pior patrocinador estatal do terrorismo no mundo. Estima-se que o IRGC tenha assassinado mais de 600 militares dos EUA no Oriente Médio.

O Iran International, com sede em Londres, relatou em sua conta no Twitter na sexta-feira: A agência de notícias Tasnim, afiliada ao IRGC, diz que os Guardas Revolucionários simularam ataques de mísseis contra a instalação nuclear de Dimona de Israel nos exercícios militares do ‘Grande Profeta 17’. “

Leia Mais:

COVID: será que Israel está próximo da cura?

O Post relatou na semana passada que uma conta do Twitter em idioma árabe da República Islâmica do Irã publicou uma imagem em 17 de dezembro que mostrava a planejada eliminação do Estado judeu em 2022.

A imagem mostra Israel composto de pregos e fósforos e um livro de fósforos ao lado de palavras em hebraico e inglês declarando: “Apenas tente e você verá”.

A carteira de jogos, que está situada ao lado de Israel na imagem, diz “Palito de fósforo balístico” e mostra uma bandeira do regime iraniano nela. A mensagem aparente é que o regime está preparado para detonar os fósforos para destruir Israel em 2022.

No final de novembro, o porta-voz das forças armadas da República Islâmica do Irã, Brig. Abolfazl Shekarchi, pediu a eliminação total do estado judeu durante uma entrevista a um meio de comunicação controlado pelo regime iraniano.

“Não vamos recuar na aniquilação de Israel, nem mesmo um milímetro. Queremos destruir o sionismo no mundo”, disse Shekarchi à Iranian Students News Agency.

Em 15 de dezembro, o Tehran Times escreveu em sua primeira página “ Um movimento errado ”, com alvos militares listados dentro de Israel.

2 comentários em “Regime do Irã ameaça explosão nuclear nas instalações de Dimona em Israel”

  1. NANCIN DA SILVA VIANNA

    ESSE CÃO DANADO, CHAMADO Iran ESTÁ IGUAL A SENAQUERIBE, E NÓS SABEMOS O FIM QUE O ETERNO DEU A ESSE PERSONAGEM BÍBLICO.
    ASSIM O “ETERNO” FARÁ COM ESSES cachorrinhos iranianos. VAMOS AGUARDAR NO SENHOR, A VITÓRIA DE ISRAEL.🇮🇱🇮🇱🇮🇱🇮🇱🇮🇱🇮🇱🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  2. O Irã vai fracassar no seu intento de exterminar o Estado de Israel.Este,deveria se antecipar e fazer um ‘raid’ destruidor em território iraniano,atacando suas instalações nucleares e postos e depósitos militares e outros alvos estratégicos para diminuir em muito sua capacidade não só de atacar Israel como também de fomentar o terrorismo contra Israel.Quanto mais tempo passar,mais Israel perderá o ‘time.A hora é agora!
    “O SENHOR ama a Israel para o estabelecer para sempre”(2 Cr 9.8).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.