Israel celebra uma Páscoa judaica ‘estranha’ e sem alegria

ortodoxo

A festa da ‘Pessach‘ Páscoa judaica celebra, segundo a tradição, o êxodo do povo judeu do Egito.

Israel começou a celebrar nesta quarta-feira (08) a ‘Pessach’, a Páscoa judaica, em uma atmosfera “estranha” e sem muita alegria devido à pandemia de coronavírus, que limita as festividades tradicionais de família.

Embora desejassem “Hag Sameach” (“Boas festas”) nesta quarta-feira, a crise do coronavírus está afetando o dia a dia de milhões de pessoas em Israel.

A pandemia obriga as pessoas a se cumprimentarem por telefone diante das medidas de confinamento do governo, que também proíbe a circulação entre cidades para limitar a propagação do vírus. A COVID-19 contaminou oficialmente mais de 9.400 pessoas e deixou 72 mortos em Israel.

“Quero desejar a todos os judeus do mundo uma feliz Páscoa. Mas é estranho, porque essa Páscoa é diferente de todas as demais”, declarou o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu em um vídeo publicado no YouTube.

“Não há nenhuma parte do mundo que não esteja afetada pelo coronavírus e isso requer mudanças no nosso modo de viver e de celebrar festas tão antigas como a Páscoa”, acrescentou.

O principal momento da celebração, que dura oito dias, é o ‘seder’ (a ceia de Páscoa) na quarta-feira à noite, na qual as famílias costumam se reunir.

Mas a pandemia está afetando essa tradição porque o confinamento proíbe visitas de uma casa para outra. Essa situação provocou um debate religioso sobre o uso de aplicativos de videoconferência, como o Zoom, para reunir as famílias.

Alguns rabinos propuseram permitir o uso, mas o grande rabino se opôs e chamou de “profanação”.

Outro dos efeitos do coronavírus é a escassez de ovos que os israelenses compraram em grande quantidade no início da crise.

Para resolver esse problema, o governo desbloqueou fundos de emergência para importar milhões de ovos.

Fonte: AFP

Inscreva-se já e fique por dentro das noticias de Israel e do mundo

* indicates required

Viva Israel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Após 4.400 anos, o antigo cometa Atlas chega novamente. Devemos nos preocupar?

qui abr 9 , 2020
O cometa C / 2019 Y4 ATLAS, foi descoberto em 28 de dezembro de 2019 pela pesquisa Asteroid Terrestrial-Impact Last Alert System, e se tornará um dos objetos mais brilhantes do céu noturno e potencialmente o “cometa de uma geração”. A cauda do cometa, que tem cerca de 3,3 milhões de […]
Meteoro