Knesset: Você sabe como funciona o Parlamento de Israel?

Knesset: Você sabe como

As eleições em Israel tomaram uma proporção inacreditável, ao ponto de levar os cidadãos Israelenses as urnas duas vezes em menos de 6 meses sem uma decisão definitiva, e ainda levantar suspeita de uma improvável Terceira Guerra Mundial, devido ao impasse no campo político com os partidos árabes.

Pessoas no mundo inteiro ficaram confusas com as polêmicas eleições em Israel, sobretudo o povo brasileiro, que está acostumado com o sistema presidencialista, diferente de Israel que é uma Democracia Parlamentarista. Então vamos entender melhor como as coisas funcionam de fato.

O que é e como funciona o chamado Knesset?

O Knesset é o Parlamento de Israel. É o braço de supervisão do governo, possui 120 membros e está localizado em Jerusalém. É onde são feitas as leis e debatidas as questões mais importantes da nação. Ele tem poderes inclusive para eleger o Presidente do Estado e o Primeiro Ministro (Controlador do Estado). É na verdade a Câmara dos Representantes de Israel – que possui poder legislativo e tem a única autoridade no Estado para promulgar Leis. Tem um papel constitutivo constitucional e inclusive trabalha para a criação de uma Constituição para o Estado de Israel.

Em quem os cidadãos votam de fato?

Os cidadãos Israelenses elegem representantes para o Knesset, e o Primeiro-Ministro é escolhido entre eles. Na verdade, se vota no partido de preferência e não nos candidatos em si. E como o país é relativamente pequeno, só existe uma zona eleitoral. E os 120 lugares do Parlamento são divididos de maneira proporcional em relação ao número de votos de cada partido.

A questão é que existe uma diversidade de opiniões e partidos muito grande em Israel, desde os laicos até àqueles formados por religiosos ultra ortodoxos.

Para entrar na composição do Knesset cada partido precisa ter 3,25 votos. E o Primeiro Ministro é o líder de um desses partidos, então teoricamente vence o partido com mais votos, porém, devido a diversidade de opiniões entre os partidos nunca há uma maioria absoluta no parlamento. Dessa forma o líder de partido que tem mais chances de formar uma coalizão viável no parlamento, é escolhido.

Resumindo não existem eleições diretas para presidente em Israel, não é ele que de fato governa o país, e sim o Primeiro Ministro, que inclusive vai às urnas para buscar votos e deve ser escolhido entre os membros do próprio Knesset. Sendo assim, as pessoas devem votar nos partidos e não nos candidatos.

Neste ano, Benjamin Netanyahu, o famoso Bibi, que está no cargo desde 2009 e concorre ao seu 5º mandato consecutivo, empatou com o seu oponente Benny Gantz, mas como teve mais chances de formar uma coalização, foi então o “vencedor”. Bibi inclusive reiterou convite a seu rival para formar um Governo de Unidade, o pedido foi feito publicamente logo após, ele aceitar o convite do presidente de Israel, Reuven Rivlin, para Liderar as negociações para a formação de um novo Governo de Coalizão, no entanto, ainda há o impasse com o opositor que não quer aceitar a coalizão.

A solução de fato seria a formação de uma aliança entre as legendas Azul e Branco e Likud para a formação de um Governo de Coalizão, mas diante da falta de consenso, o presidente então resolveu conceder o direito de condução do processo a Netanyahu, que agora tem a árdua missão de formar a composição do parlamento em poucas semanas, e enfim formar o seu novo Governo.

David Elmescany

One thought on “Knesset: Você sabe como funciona o Parlamento de Israel?

  1. Sabe quando Israel será destruída nunca pois Israel é imortal. Pois todas as vezes que ela foi atacada sobreviveu e o próprio Jeová sempre levanta seu povo para reconstrui-la . Israel é a morada do Deus altíssimo na terra. Jeová shalom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Israel: caos político e dínamo tecnológico

sex set 27 , 2019
Um ponto fundamental para o sucesso das startups do país contrasta com o debate político atual: abrir-se para o mundo Israel, país com a economia mais dinâmica do Oriente Médio, entrou em um novo período de indefinição política nesta quinta-feira. O cada dia mais impopular primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, incapaz de conquistar […]
caos político