Lei iraniana proíbe o uso de tecnologia israelense

Apesar do Aiatolá Nasser Makarem Shirazi ter dito em março que Irã usaria uma vacina desenvolvida por Israel, a República Islâmica agora aprovou uma lei que proíbe.

Uma lei aprovada na semana passada sobre “confrontar as forças hostis do regime sionista contra a paz e a segurança” impede qualquer cooperação com Israel.

Isso significa que a compra ou o uso de tecnologias israelenses, como hardware e software, serão completamente proibidos, conforme relatado pela agência de notícias iraniana Fars.

proíbe

O chefe da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento iraniano, Seyed Hossein Naqavi Hosseini, disse que nada mais do que “qualquer cooperação ou espionagem do regime sionista representa uma inimizade com Deus e corrupção na terra” conforme relatado por Fars.

Em março o Aiatolá Nasser Makarem Shirazi disse que o uso de uma possível vacina contra ou coronavírus seria permitido “se não houver substituto” mas ele também disse que, em geral, “sionistas e Israel não têm permissão para comprar ou vender”.

Curso de HebraicoRenda Online27 Dias Para Secar

Inscreva-se já e fique por dentro das noticias de Israel e do mundo

* indicates required

David Elmescany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Israel tem menos de 2.000 pacientes com coronavírus

qui maio 28 , 2020
Nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde informou que 1.942 pessoas ainda estão infectadas com coronavírus, número que diminuiu para menos de 2.000 infectados pela primeira vez desde março, quando as infecções começaram a crescer em Israel. Os novos casos dos últimos dias foram 24, embora as autoridades calculem que esse […]