Mais uma história do que acontece com frequência por aqui.

Essa semana, 85 soldados estavam passeando com seu comandante por Jerusalém quando resolveram parar para comer um falafel. Foram pedidos 85 refeiçōes, uma para cada soldado. No final, quando foram pagar, o dono do estabelecimento se recusou a aceitar o pagamento. “mas foram pedidos 85”, relutou o comandante. O dono disse que sabia, que entendia, mas que simplesmente não iria aceitar pagamento. Mais uma história do que acontece com frequência por aqui. Clientes que pagam a refeição de grupos de soldados, donos de estabelecimentos que não aceitam pagamento. Soldados são vistos como heróis, como filhos do povo de Israel, aqueles que nos protegem, se preocupam diariamente com a nossa segurança, então porque não dá-los uma demonstração de carinho e agradecimento?

Viva Israel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Inovação: Israel investe até no uso de inteligência artificial em lavouras.

sáb dez 22 , 2018
Quando o assunto é investimento em inovação, Israel só fica atrás da Suíça, segundo dados do Fórum Econômico Mundial. No universo ‘agritech’, o país do Oriente Médio é berço de startups com tecnologias que desenvolvem desde os mais modernos drones até o uso de inteligência artificial nas lavouras. Confira o […]