Netanyahu pede governo de emergência em Israel por conta de coronavírus

Benjamin Netanyahu

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pediu nesta quinta-feira a formação “imediata” de um governo de emergência, de união nacional, para lidar com a disseminação do novo coronavírus, além de anunciar o fechamento de escolas e universidades.

Até o momento, o Ministério da Saúde detectou 161 casos de Covid-19 e divulgou que mais de 34.000 pessoas estão em quarentena.

Os resultados definitivos das eleições legislativas de 2 de março confirmaram na quarta-feira uma pequena vantagem do primeiro-ministro, que, no entanto, não obteve o apoio de 61 parlamentares, essenciais para formar um governo.

Seu principal adversário, o líder do partido centrista Azul e Branco, Benny Gantz, vem tentando nos últimos dias formar uma coalizão governamental.

Em discurso à nação, Netanyahu afirmou nesta quinta-feira que é necessário formar um governo “para salvar as vidas de vários cidadãos”.

“Apelo para formar um governo de emergência, por um período limitado, a partir desta noite”, disse Netanyahu.

“Vamos deixar a política de lado, podemos voltar depois”, acrescentou.

Gantz concordou em “discutir a criação de um governo de emergência” que incluiria “representantes de todas as formações”, segundo um comunicado.

O presidente Reuven Rivlin, que deve encarregar um dos dois líderes políticos para formar o governo antes de 17 de março, anunciou que sua “casa está aberta” para negociações.

Além do fechamento de centros educacionais, são proibidas concentrações de mais de 100 pessoas. Os estrangeiros são proibidos de entrar em Israel, exceto aqueles que demonstram que têm a possibilidade de permanecer em confinamento solitário.

Viva Israel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Coronavírus: Sintomas aparecem em média 5 dias após infecção e fase contagiosa pode durar 2 semanas, mostra estudo

sáb mar 14 , 2020
Demora em média cinco dias para as pessoas começarem a mostrar sintomas do novo coronavírus, segundo cientistas. A doença covid-19, que pode causar febre, tosse e problemas respiratórios, está se espalhando pelo mundo e já afetou mais de 114 mil pessoas. Uma equipe americana analisou casos conhecidos da China e […]
Coro