O Primeiro Ministro Netanyahu ordenou que todas as escolas voltem no domingo

O primeiro-ministro aprovou a reabertura completa das escolas a partir de domingo, de acordo com um plano do Ministério da Educação que trará todos os alunos de volta ao sistema educacional.

O primeiro-ministro aceitou um plano proposto pelo Ministério da Educação para reabrir as escolas, mas anunciou que as áreas com alta taxa de infecção devem permanecer fechadas ou com acesso limitado aos estudantes.

O Primeiro Ministro ordenou que todas as escolas voltem no domingo
Alunos que retornam à escola em meio ao surto de coronavírus em Tel Aviv. ( Moti Kimchi )

O PLANO DE RETORNO

O ministério descreve o plano como voluntário, porque muitos pais relutam em enviar seus filhos de volta à escola enquanto ainda existe a possibilidade de se infectar com o COVID-19 em Israel.

A reabertura completa proposta excluiria cidades e comunidades onde uma alta taxa de infecções por coronavírus foi identificada nos últimos meses, incluindo Beit Shemesh, Bnei Brak, Hura e alguns bairros de Jerusalém.

“Gostaríamos de abandonar o formato atual, pois apresenta muitas dificuldades e interrompe a contiguidade educacional, social e emocional”, afirmou o diretor geral do Ministério da Educação, Shmuel Abuav.

“Considerando as baixas taxas de contágio, eu gostaria de promover o retorno total do sistema educacional.

No entanto, as escolas em áreas com altas taxas de infecção retornarão gradualmente e de acordo com as ordens do Ministério da Saúde”.

Todas as diretrizes que limitam o número de alunos por turma e separam crianças em grupos de estudo para isolá-las de outras crianças serão canceladas.

O Primeiro Ministro ordenou que todas as escolas voltem no domingo
O plano estipula que as escolas cuidarão especialmente da higiene.

De acordo com o plano do ministério, o governo revisará sua decisão em 1º de junho para determinar se há um aumento no número de infecções por COVID-19 que justifique uma mudança no plano.

O plano estipula que as escolas cuidarão especialmente da higiene e os alunos devem apresentar uma declaração de saúde assinada pelos pais antes de poderem retornar à sala de aula.

REGRAS

As escolas manterão distância social entre os alunos durante as refeições e os intervalos e exigirão que as crianças usem máscaras faciais quando estiverem fora das salas de aula.

As crianças da quarta série e acima também devem usar suas máscaras nas aulas. No caso de uma infecção por vírus ser descoberta em qualquer instalação específica, o ministério determinará as medidas a serem tomadas para mitigar a disseminação.

O esquema anterior, elaborado pelos ministérios da saúde e da educação, sugeria que os alunos da quarta à décima série retornariam à escola em um formato limitado que incluiria frequência rotativa.

Essa proposta foi fortemente criticada pelos pais, educadores e autoridades locais, que exigiram que o antigo esquema fosse abandonado e todo o sistema educacional fosse liberado.

Uma pequena observação aos leitores, em Israel tudo começa no domingo pois domingo literalmente é o primeiro dia da semana, então escolas, bancos e serviços públicos funcionam no domingo normalmente como se fosse a segunda feira em outras partes do mundo.

David Elmescany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Adolescente israelense tira vantagem da quarentena para desenvolver aplicativo para diabéticos

sex maio 15 , 2020
Um aluno da sétima série em Israel lançou um aplicativo que fornece aos usuários o valor nutricional de sua próxima refeição. “Eu quero ajudar diabéticos como eu.” Um adolescente israelense aproveitou seu tempo livre para desenvolver um aplicativo que ajuda a controlar a ingestão calórica diária para quem quer perder peso, […]