O Rio Jordão

O Rio Jordão nasce na encosta do monte Hérmon, atravessa os lago Hulé e segue depois até ao mar da Galileia, para depois desaguar no mar Morto.

O rio tem profundidade máxima de 5,20 metros e largura máxima de 18,30 metros.  Na maior parte de seu curso o rio se encontra abaixo do nível do mar, chegando a 390 metros abaixo deste nível ao desembocar no Mar Morto. 

A característica principal do rio Jordão é o seu progressivo aumento de salinidade à medida que avança para o mar Morto. De fato, penetra doce no Lago de Tiberíades mas saliniza a partir daí até chegar ao mar Morto que chega a ser 25% mais salino que o Grande Lago Salgado, nos Estados Unidos.

A salinidade dos mares é, em média, de 3,5%, isto é, 35 partes por mil. Logo, a salinidade do mar Morto é perto de dez vezes maior que a média dos oceanos.

Atualmente o Vale do Jordão constitui um significativo trecho da fronteira Israel-Jordânia. No seu trecho final, este rio corre entre margens desérticas.

Importância histórica

O rio Jordão foi cenário para diversas histórias da narrativa bíblica, dado o grande alcance das religiões abraamicas no mundo o rio Jordão assume grande importância histórico cultural.

Segundo a narrativa bíblica, o povo de Israel atravessou o rio a seco segundo o Livro de Josué (cap.3)(vs.17), da Bíblia Hebraica. Também foi atravessado a seco pelos profetas Elias e Eliseu.

Por intermédio de Eliseu, segundo a Bíblia Hebraica, houve dois milagres no Jordão: a cura de Naamã por ter mergulhado sete vezes no rio; e fez flutuar o ferro de um machado.(II Reis 5:14 II Reis 6:6). De acordo com os Evangelhos, João Batista desenvolveu a sua pregação nas proximidades do Jordão, onde Jesus foi batizado e não terá sido longe daí que decorreu o período das suas tentações. Atualmente o rio Jordão é uma das maiores fontes de água de Israel, Cisjordânia e Jordânia.

David Elmescany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Israel registra o menor número de casos graves desde dezembro

qua mar 31 , 2021
O número de pacientes graves com coronavírus em Israel caiu para 406, o número mais baixo desde 16 de dezembro do ano passado, de acordo com informações fornecidas pelo Ministério da Saúde na noite de terça-feira. Os novos dados pintam um quadro drasticamente diferente da propagação do vírus em Israel […]