Aumento nos casos de pessoas possuídas

De acordo com uma nova pesquisa exorcistas católicos dizem se sentir sobrecarregados com o aumento de pessoas possuídas .

Uma pesquisa com 120 exorcistas italianos pelo Pontifício Ateneu Regina Apostolorum, uma universidade aprovada pelo Vaticano em Roma, descobriu que eles estavam sobrecarregados por um número crescente de pessoas “possuídas”. O pesquisador Giuseppe Frau disse que alguns exorcistas estavam vendo de 30 a 50 casos por dia, de acordo com o The Times of London.

Existem 290 exorcistas na Itália, segundo o estudo.

Os exorcistas disseram aos pesquisadores que receberam pouco apoio dos bispos ao tentar libertar os católicos da possessão demoníaca declarada. Eles também pediram mais ajuda de psicólogos para ajudá-los a peneirar entre os genuinamente “possuídos” e os doentes mentais.

O Giuseppe Bernardi, procurou ajuda de psicólogos por causa de uma jovem histérica que pulou bancos, agrediu monges e os insultou em vários idiomas, incluindo latim, segundo o The Times . O pai da mulher disse que ela sofria de um problema psiquiátrico, mas sua mãe acreditava que ela estava possuída.

Bernardi disse que procurou psicólogos por conta própria, sem apoio da igreja. Ele finalmente ficou do lado da mãe e realizou um exorcismo de nove horas na mulher em dezembro, que foi relatado como bem-sucedido.

Os participantes da pesquisa da universidade do Vaticano afirmaram que a possessão satânica pode ser distinguida por sinais como vômitos, força física incomum e uma capacidade repentina de falar línguas antigas, como latim, hebraico ou aramaico.

O Times também informou que os exorcistas ficaram frustrados por terem que realizar exorcismos em pessoas que deram positivo para COVID-19. Em abril de 2020, o arcebispo italiano Carlo Maria Vigano convocou seus colegas clérigos a realizar um “exorcismo em massa” para reprimir o “frenesi” de Satanás durante a pandemia do COVID-19. Vigano se opôs ao fechamento dos cultos da igreja para retardar a propagação do vírus.

LEIA MAIS
Por que o aumento dos preços do petróleo e do gás
Israel irá bombardear palácios se as operações do Irã continuarem
Israel se prepara para ataque iraniano na Turquia

O Papa Francisco endossou a prática do exorcismo e reconheceu formalmente a Associação Internacional de Exorcistas em 2014, informou a Associated Press. Mais recentemente, ele disse durante uma devoção em 2021 que “todo o ministério de Cristo é uma luta contra o maligno em suas muitas manifestações: cura de doenças, exorcismos dos possuídos, perdão dos pecados”.

Em 2018, o padre siciliano Benigno Palilla afirmou que a demanda por padres treinados em exorcistas triplicou nos últimos anos, com pedidos de exorcismos na Itália supostamente chegando a 500.000 por ano. Palilla expressou preocupação com padres inexperientes ou exorcistas “autodidatas” que cometem erros na prática. A demanda explosiva por exorcismos criou até um mercado online .