Israel responderá a qualquer ataque iraniano com força

qualquer ataque iraniano com força
Forças de segurança da Turquia

Israel responderá a qualquer ataque iraniano contra seus cidadãos com força, em qualquer lugar, alertou o ministro da Defesa, Benny Gantz, em meio a avisos de que as células terroristas do Irã estão tentando realizar um ataque iminente para matar ou sequestrar israelenses que visitam a Turquia.

“Peço a todos os israelenses na Turquia que obedeçam às instruções das forças de segurança”, disse o ministro da Defesa, Benny Gantz, na noite de sábado.

O alerta veio quando oficiais de defesa alertaram sobre ameaças concretas contra israelenses na cidade turca. Estima-se que 2.000 israelenses estejam visitando a Turquia neste momento.

Na tarde de sexta-feira, altos funcionários da defesa, incluindo o chefe do Mossad, e o chefe do Conselho de Segurança Nacional (NSC), Eyal Haluta, se reuniram para uma avaliação da situação. Mais tarde, o NSC emitiu avisos raros e específicos para os israelenses no país, dizendo-lhes para trancar as portas dos quartos de hotel e não abri-las nem mesmo para a limpeza. 

Eles também alertaram os viajantes a não postarem nas mídias sociais ou irem a locais turísticos geralmente populares entre os israelenses e a não entrarem em táxis .

Um dos cenários com os quais Israel está preocupado é uma célula iraniana se infiltrando em um hotel para sequestrar ou matar hóspedes israelenses, enquanto outro cenário eram membros da célula turca local se passando por guias turísticos para abordar israelenses para sequestrá-los.

Outros cenários possíveis incluem bombas.

Uma fonte de segurança disse ao Canal 13 no sábado que “há israelenses que estavam a minutos da morte e não sabem disso”. 

Outra fonte disse ao Canal 12 que “estar em Istambul agora para um israelense é como jogar roleta russa, tentar a sorte. Se pudéssemos divulgar o quadro operacional completo, os israelenses estariam fugindo como fariam em um incêndio”.

O funcionário disse que a luz verde foi dada às células e que há uma “caçada humana agora nas ruas de Istambul para impedir um incidente que já está em andamento”.

As forças de segurança israelenses e turcas têm trabalhado juntas para frustrar os ataques terroristas, mas Israel está preocupado que o número de alvos continuando a diminuir, as várias células que estão trabalhando para realizar os ataques fariam um grande esforço para encontrar vítimas em potencial.

LEIA MAIS
Foguete disparado de gaza em direção ao sul de Israel
Irã se prepara para realizar um teste de lançamento de foguete satélite
Longo COVID pode estar por trás da misteriosa hepatite infantil
Banco Mundial prevê futuro sombrio à medida que a economia global enfrenta múltiplas crises

O aviso de Lapid, a vingança do Irã

O ministro das Relações Exteriores, Yair Lapid, pediu aos israelenses que evitem Istambul no início da semana, quando o Conselho de Segurança Nacional elevou o nível de ameaça para a Turquia e Istambul para o nível mais alto após a publicação de relatórios de que Israel e Turquia frustraram um ataque terrorista iraniano na cidade no mês passado.

A tentativa de ataque a turistas israelenses foi uma das várias do Irã nas últimas semanas, disse Lapid.

Acredita-se que o iraniano por trás das tentativas de ataques na Turquia seja o chefe do serviço de inteligência do IRGC, Hossein Taeb, em vingança pela morte do Coronel da Guarda Revolucionária Islâmica Hassan Sayad Khodayari em Teerã no mês passado.

A República Islâmica culpou Israel por sua morte e jurou vingança.

O oficial da Força Quds é um dos vários oficiais de alto escalão do IRGC mortos ou sequestrados nas últimas semanas. Pelo menos três iranianos que se acredita estarem envolvidos nos projetos nucleares e de mísseis do regime morreram misteriosamente na semana passada.

Dois deles, Ali Kamani e Mohammad Abdus, ambos engenheiros aeroespaciais do IRGC cujas mortes foram anunciadas no domingo, estariam envolvidos no desenvolvimento de armas para o Hezbollah no Líbano. Um terceiro, Vahab Faramarzian, também morreu em circunstâncias misteriosas.