Refugiada ucraniana vence maratona completa

A 11ª Maratona de Jerusalém anual começou na manhã de sexta-feira, iniciada pelo prefeito de Jerusalém, Moshe Lion, disparando o tiro de abertura para a meia maratona às 6h45 e a maratona completa às 7h. 

Agadi Guadi, 33, de Israel, vence a maratona completa

Os vencedores da maratona completa foram anunciados por volta das 10h: Agadi Guadi, 33, de Israel, às 2h37:17, e Valentina Versca, 32, da Ucrânia, às 2h45:54. Versca, uma corredora profissional da Ucrânia, escapou da guerra a tempo e correu na maratona. 

Valentina Verska, corredora ucraniana, na 11ª Maratona de Jerusalém (crédito: ARNON BOSSANI)

A maratona causou fechamento de ruas em toda a cidade, com o transporte público em várias áreas parando durante a corrida. Várias rotas de ônibus foram alteradas e os serviços ferroviários leves foram alterados para acomodar a corrida.

Apesar do clima desafiador, cerca de 25.000 participaram. Patrocinada pela Winner, a maratona de Jerusalém é a maior maratona internacional em Israel. 

Correndo ao lado de Versca correu um grupo de 40 refugiados e imigrantes.

Booking.com

A maratona inclui seis provas diferentes: uma maratona completa de 42,195 km, uma meia maratona de 21,0975 km, uma prova de 10 km, uma prova de 5 km, uma prova de 1,7 km e uma prova de 800 metros.

Dois corredores foram levados para o Centro Médico da Universidade Hadassah, em Jerusalém. O primeiro tem 55 anos e sofria de hipotermia, e o segundo, 19 anos, sofria de febre e fraqueza física geral. 

O evento terminou por volta das 14:00 para permitir que os participantes voltem para casa antes do Shabat.

Irã ameaça Israel e EUA com mísseis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.