Israel, uma potência mundial em inovação médica

Com cerca de 1.500 empresas atuando no setor de saúde e ciências da vida, não há dúvidas de que Israel é uma potência mundial em inovação médica, depois dos Estados Unidos, é o país com mais empresas relacionados à tecnologia médica (mais de 100 novass empresas são fundados por ano).

O surto da pandemia deu ao setor ainda mais energia e capital, à medida que as empresas israelenses, principalmente aquelas que lidam com saúde digital ou telemedicina, foram rápidas em inovar e adaptar suas soluções existentes para ajudar na batalha contra o COVID-19.

Como muitos notaram, o surto reduziu o que poderia ter sido uma década de adoção gradual para um período de semanas, pois o diagnóstico remoto, por exemplo, tornou-se uma necessidade.

uma potência mundial em inovação médica

De acordo com relatório da Israel Advanced Technology Industries (IATI), a organização que reúne as indústrias de tecnologia e ciências da vida em Israel, o percentual de empresas em estágios avançados tem se mantido estável nos últimos anos, representando aproximadamente 35% do ecossistema. Por sua vez, 4% estão em fases de aumento de receita e 62% em inovação e desenvolvimento.

Os primeiros dias de uma empresa geralmente determinam suas características essenciais.

Como convém a um ecossistema de inovação vibrante, o setor de tecnologia de saúde tem uma ampla gama de subsetores que vão desde o desenvolvimento de dispositivos vestíveis até soluções de diagnóstico remoto.

De acordo com dados do IATI, o setor de dispositivos médicos é de longe o maior, respondendo por cerca de 40% das empresas.

Ultimamente, os principais desenvolvimentos vêm do campo na inteligência artificial, aprendizado de máquina e tecnologia profunda, oferecendo novos insights sobre doenças e maneiras de curá-las ou tratá-las.

Os inovadores israelenses são rápidos em adotar novas tecnologias e combiná-las com as existentes para criar soluções novas e úteis. Vale esclarecer que não são apenas as startups que compõem o ecossistema de inovação.

Israel também abriga dezenas de centros de tecnologia, incubadoras e corporações multinacionais que buscam capitalizar no vibrante empreendedorismo local e na forte base de conhecimento fornecida pelas instituições acadêmicas do país.

Dispositivo de diagnóstico remoto de tecnologia israelense.
Dispositivo de diagnóstico remoto de tecnologia israelense.

As autoridades israelenses também estão fazendo sua parte para promover a esfera. Em 2018, eles aprovaram um orçamento de US $ 300 milhões para apoiar a saúde digital como o próximo motor de crescimento econômico estratégico do país.

Leia mais: Israel e Estados Unidos ‘lidam com alienígenas há anos’, afirma ex-general

Além disso, no início deste ano, o braço de investimento do governo, a Autoridade de Inovação de Israel (IIA), investiu dezenas de milhões a mais em empresas de ciências da vida, particularmente aquelas que oferecem soluções potenciais para conter a pandemia.

Além do governo, há também investimentos privados vibrantes para desenvolver tecnologia de saúde, incluindo investidores, firmas de capital de risco, incubadoras, centros de inovação e aceleradores de crescimento. Alguns dos principais fundos que investem no espaço são Pitango HealthTech, Triventures, aMoon, Sanara Ventures, Insight Partners, Olive Tree Ventures, Qualcomm Ventures, Samsung Next, Aleph Venture Capital e Mangrove Capital Partners.

Inscreva-se em nosso canal no YOUTUBE e fique por dentro de tudo que acontece em Israel!

David Elmescany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

O que é Chanucá?

qui dez 10 , 2020
Chanucá é a “festa das luzes”, festa judaica de oito dias, celebrada com um acendimento noturno da menorá, preces e alimentos fritos. A palavra hebraica Chanucá significa “dedicação”, e é assim chamada porque celebra a rededicação do Templo Sagrado (como você vai ler abaixo). Também chamada de Hanukkah (ou variações) […]
chanuca